Verão: alerta de cuidado com o protetor solar

mulher de chapéu de verão dentro da piscina tomando sol

Estamos no verão, férias, muita praia e piscina. Quando falamos em proteção nessa época, logo pensamos no protetor solar, que é de fato importantíssimo. Mas será que ele é realmente tão herói e nem um pouco vilão?

O protetor solar é de grande importância em qualquer época do ano, mas no verão é quando mais usamos e ele se torna nosso amigo íntimo. Saímos de férias e nos preocupamos com as queimaduras de sol, mas será que usamos de forma correta?

Sim e, muitas vezes, não.

O que vou contar é algo pouco conhecido mas que, por mais incrível que pareça, acontece com bastante frequência.

Nem eu sabia que isso era possível até acontecer com alguém próximo de mim, nesse caso, uma amiga.

O protetor solar pode sim ser vilão e vou explicar como:

Quando resolvemos ir passear na praia ou em algum local com piscina ficamos tão ansiosos para ir nadar que passamos o protetor solar bem rapidinho e já vamos para a água.

O problema disso é que o correto é aguardar pelo menos meia hora antes desse contato para poder garantir a melhor fixação do produto na pele. E também existe o protetor próprio de corpo e de rosto.

O que aconteceu com a minha amiga exatamente?

Ela foi no parque aquático e, apesar de ter aguardado um tempo após aplicar o protetor, ela usou o de corpo no rosto. Quando entrou na água, o produto provavelmente escorreu e entrou nos olhos dela, causando uma alergia muito dolorosa.

Logo depois do incidente, ela correu para a enfermaria e foi necessário a aplicação de colírio para aliviar o incômodo.

Nisso a enfermeira contou para ela que isso acontecia muito frequentemente e que é preciso ter cuidado, aguardar o tempo certo e usar o protetor adequado.

Minha amiga me contou essa experiência e pediu para que eu escrevesse para alertar as pessoas, pois muitos não sabem que isso é possível.

Fica aí o alerta!

Boas férias!

Deixar um comentário